segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sem título possível




Estou sossegadinha a tomar o meu cafézinho, depois do almoço, quando entram duas miúdas (não deviam ter mais de 20 anos) e se sentam na mesa ao lado, cada uma com o seu carrinho de bebé, e uma delas com outro bebé ao colo, que não teria mais de um mês. Falar baixo não era com elas, por isso, impossível não ouvir.

- Oh pá, já não te via há que tempos, #%$*&#$%.
- Nem eu a ti, porra!
- O teu miúdo tá giro. Eu não quero mais, #%#-*&. Agora tenho aquele ship no braço.
- Eu a culpa é da #&# da minha cunhada. Andei a ouvi-la e agora olha tenho isto (em que isto era o filho).
- Mas ela não tá na França?
- Pois tá. Nós tavamos lá e ela disse-me que se tivesse outro tinha mais subsídio. Tivemos de vir embora e agora não há subsídio. O daqui não vale um #%$*&#$%.
- É uma porcaria. Só se tiveres praí cinco é que vale a pena.

Vim embora, antes que a minha boca se abrisse e, a avaliar pelo ar delas, não seria nada boa ideia.  A pensar no futuro daquelas crianças, as maiores, já mães, e as pequenas. Ao ver o que devia ter um ano agarrado a um twix, até me arrepiei. Pelo menos, talvez seja recheado de chocolate!

Só me ocorre: perdoai-lhes, pois não sabem o que dizem e muito menos o que fazem!

5 comentários:

Marquês de Sade disse...

E quem paga as favas é quem não tem culpa de nada... as crianças!

Trintão disse...

Ter filhos por causa de $? Há mentes tão mesquinhas...

Perdoai-lhes Senhor e iluminai meu caminho para dele afastar tais pessoas. Pareço um Padre :D

Libelinha disse...

Cada uma!... Mas infelizmente ainda há muita gente assim, sem noção de certas coisas!...

Beijinhos ;P

Soraia Silva disse...

quando li "quando entram duas miúdas (não deviam ter mais de 20 anos)", confesso que me senti atingida, uma vez que tenho 20 (quase 21:P)e nao sou propriamente nenhuma miuda, mas...

depois do que li, nao sei se até miudas lhes chamava...
nao passam é de umas oportunistas a quererem viver à custa de outros...
e no fundo quem paga sao os filhos, que oxala nao saiam Às maes...

beijinho :)

Luana disse...

É mesmo de lamentar que ainda existam mentalidades dessas...enfim!
Pobres crianças...