segunda-feira, 30 de novembro de 2009

...


Às vezes dou comigo a pensar em quantas vezes nos adiamos, adiamos a nossa vida. Se, em questões profissionais, cumprimos tudo ao minuto, no que diz respeito a nós, muita coisa fica para amanhã... um amanhã que muitas vezes fica sempre no amanhã.

Deixamos de fazer ou de dizer coisas que queríamos fazer ou dizer. Com receio. Receio de como vão ser ouvidas. Receio de como vão ser interpretadas. Receio... Não seria melhor dizer logo, de uma vez? Resolvia-se o assunto. Seria melhor, sem dúvida. Mas como soltar o travão que as bloqueia?

Palavras que nascem no melhor de nós. Palavras que se desenham nos nossos olhos. Palavras que chegam aos nossos lábios, mas que morrem aí, sem serem pronunciadas. Palavras tão simples como tive saudades tuas.

Porquê? Talvez porque se as não dissermos, elas continuem a existir.

16 comentários:

Marquês de Sade disse...

Diz lá o que tens a dizer... Eu aguento! ;)
Bjinho

Libelinha disse...

Diz!... Só porque as palavras morrem nos lábios não quer dizer que o sentimento morra só porque é dito!...

Beijinhos ;P

Checa disse...

Percebo muito bem o que queres
dizer...mas se não o dissermos corremos o risco de nunca saber se vale a pena sentir assim, e quando arranjamos coragem para o fazer, pode ser demasiado tarde.Quando são realmente sinceros, os sentimentos não mudam pelo simples facto de serem ditos,quem dera...seria tudo tão mais facil.
Olha, adorei o teu blog...

Kika disse...

E muitas vezes a vida vai passando ao nosso lado...

Checa disse...

Tens razão Kika,e só nos devemos arrepender daquilo que não fazemos.

Checa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marianinha disse...

isso é uma grande verdade neste momento quero dizer uma serei de coisas a uma pessoa e não consigo

Trintão disse...

Acho esta filosofia do não expressar os sentimentos algo parva. O pior é que a maioria não acha assim e dps acabas mesmo por guardar as coisas para ti e começa um círculo vicioso.

Gemini disse...

A vida é muito curta, Nirvana. Já todos sabemos disso. Eu, garanto-te, aprendi;
Não se deve adiar o Amor... Por isso digo, sempre, tudo o que sinto! Lá está... "If you never try, you'll never know"...

Beijinho.

Nirvana disse...

Marquês
:)))
Beijinhos

Nirvana disse...

Libelinha
Tens razão, não morre. E o problema é precisamente esse.
Beijinhos

Nirvana disse...

Checa
Em primeiro lugar olá, benvinda ao meu, melhor, nosso cantinho! E obrigada pelas tuas palavras.
Os sentimentos não mudam, mas as palavras podem ter um efeito negativo ao tentarem exprimi-los. E nem todos os ouvidos estão preparados para os ouvir. O lógico seria pensar que se os ouvidos não estão preparados para ouvir é porque a boca não deveria querer falar, eu sei ;)
Beijinhos

Nirvana disse...

Kika
Eu sei, e às vezes apetece mesmo falar, mas a cabecinha começa a pensar e fica tudo estragado ;)
Beijinhos

Nirvana disse...

Marianinha
Como dizia alguém, olha para o que eu digo e não para o que eu faço. Neste caso, nada mais certo!!
Beijinhos

Nirvana disse...

Trintão
Nestas coisas há sempre quem diz e quem ouve. E às vezes, é melhor ficar calado. Mas só às vezes :)
Beijinhos

Nirvana disse...

Gemini
"If you never try, you'll never know"...
às vezes sabemos, esse é o problema.
Beijinhos