quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Poderes, precisam-se!


Alguém se lembra de quantas voltas a super-mulher dava para se transformar? Eu pensava que eram três ou quatro, mas devem ser mais de cinquenta, pelo menos. Experimentei, mas desisti na volta nº 48 porque já estava um bocadito zonza e a roupa continuava a mesma. Está certo que o frio é muito e aquilo não é roupinha para esta época, mas também é certo que me dava jeito ter super-poderes às vezes.

Trabalhar, ir às compras, ir buscar o sr. Prozac à escola, vir para casa, ajudar a fazer os deveres, estudar a terceira e a quarta dinastia, fazer o jantar, supervisionar o banho porque senão demora mais tempo a tentar não se molhar do que efectivamente a lavar-se, pôr a roupa a lavar, jantar, arrumar a cozinha, estender a roupa. Pronto, agora sentar um bocadinho...

Falta fazer o boneco... o bendito boneco-espantalho de material reciclado que a professora disse na sexta e ele fez o favor de me dizer ontem, para levar hoje.

Eu até compreendo que os professores queiram que eles façam trabalhos connosco, mas não temos de ter todos jeito para trabalhos manuais, pois não? Eu até gosto de fazer umas coisas, mas assim, de repente, não me apetecia nada. Não podia antes dizer para pintar qualquer coisa? Podia. Muito mais fácil.  

Só me apetecia sentar-me no meu sofá e esticar as perninhas... mas é preciso combater o sedentarismo! Procurar tampas e tampinhas, laços e lacinhos.  O resultado final ficou um pouco esquisito, mas foi o que se arranjou.

Libelinha, para a próxima, quando ele me disser com tempo, peço-te ajuda ;).

A verdade é que, às vezes, é preciso resistência para fazer tudo o que temos para fazer. Nada de extraordinário. Não fui a Roma a pé, não saltei de para-quedas, não pintei a casa, nem sequer fiz o pino. Mas que dava jeito ter uns super-poderes, dava. Fazia tudo em cinco minutinhos... e podia esticar as perninhas!

7 comentários:

Kika disse...

olha, não sei. mas se descubrires conta o segredo :)

Pinkk Candy disse...

Como eu te entendo, e estou sempre a dizer que o dia não tem horas suficientes para fazer o que há para fazer!
O boneco ficou lindooo, dizes tu que não tens jeito! :-)

kiss

Libelinha disse...

Olha lá... Eu acho que não precisas da minha ajuda!... O espantálho está o máximo!... Muito baril mesmo!
Mas teria todo o prazer em te ajudar, hehehe!... Adoro essas coisinhas!...

Beijinhos ;P

uminuto disse...

vida complicada a das mulheres...no fundo somos mesmo super-mulheres todos os dias
um beijo e gostei do espantalho

Soraia Silva disse...

olha que a boneca até ficou bonita, original, so nao percebi o que era aqueles fios por cima da boca, uma vez que me parece uma boneca e nao uma boneco (caso contrario diria que era um bigode :P)

quanto ao resto... haja paciencia para aturar e suportar muita coisa...
um dia seremos recompensadas (sim porque mais de metade do trabalho em casa é feito pela mulher)

beijoca :)

pepita chocolate disse...

Se fizéssemos tudo em cinco minutos, decerto, não te sentavas, arranjavas mais coisas para fazer. uma mulher tem sempre coisas para fazer em casa. Trabalhavas mais, nem gosto terias nisso, e acabavas por não descansar na mesma.
O ideal seria não termos tanto que fazer. assim, ficávamos mais despreocupadas e dava para sentar um bocadinho!

Beijoca!

joao disse...

Uma das capacidades que admiro nas mulheres e essa, conseguem fazer 100 coisas ao mesmo tempo, se for preciso.
O boneco tem pinta ;)
Abraço