sábado, 19 de dezembro de 2009

Uma questão de paciência... desafio a superar


Penso que todos nós temos pelo menos alguma noção do que somos, das nossas características boas ou más, mais habitualmente chamadas "qualidades" ou "defeitos". Prefiro chamar-lhe características, porque qualidade e defeito parecem-me mais adequadas para descrever tecidos ou louça de boa qualidade ou com defeito.

No meio de algumas características más, havia uma que me dava muito jeito: a paciência. Sou uma pessoa com muita paciência, pachorra, ou como lhe quiser chamar. "Eh, pá, isso só para a tua pachorra" é uma frase que ouvia muitas vezes. Paciência não é sinónimo de passividade. Não gosto e não deixo que me pisem, e quando o conseguem fazer, a tampa salta mesmo. Mas não me conseguem irritar ou chatear com facilidade. Não perco o meu tempo e energia a explicar o que não entendem, e muitas vezes ponho na versão ignore certos comentários porque simplesmente não vale a pena...

Receio estar a perder esta característica. Ando mesmo sem paciência. Se primeiro era capaz de respirar fundo e responder calmamente, ultimamente têm-me saído umas respostas mais "inspiradas". E não estou a gostar. Por isso, resolvi treinar a minha paciência.

Desafio1: Conseguir não me irritar com uma colega que é muito, mas mesmo muito irritante. Desafio superado. Hoje, pelo menos.

Desafio 2: Não abrir uma única prenda até ao dia de Natal. Deixá-las quietinhas debaixo da árvore. Olhar para lá todos os dias e nem espreitar. Mesmo as que me vão dando no trabalho, ou amigos, levar para casa e não abrir. Nem espreitar. Está a custar. Já arranjei uma quantas razões para as abrir e arrumar. Estão a ocupar espaço... Podem ser coisas que se estraguem... até agora, estou a cumprir. Mas ainda falta uma semana. Principalmente uma que estou mortinha por tirar de lá. Não pela novidade, porque sei o que é, mas porque ficava muito melhor em mim do que na caixa. Mas... paciência!

14 comentários:

Marquês de Sade disse...

Para já estás no bom caminho :)
Mais uma semanita e depois desembrulhas tudo à bruta :))))
Vá lá, tu consegues!
Bjinho

Libelinha disse...

Vá lá!... Tu consegues!... É só mais uma semanita e depois até vai saber melhor!... Por teres tido PACIÊNCIA e esperares, hehehe!...

Beijinhos ;p

PS: e o Prozac não tem curiosidade dos presentes?... Não anda sempre a apalpá-los?

Trintão disse...

Não abres nada as prendas antes de dia 24. Baaaah!

Paciência? tbm já tive mais... :P

Pinkk Candy disse...

olá, eu não sou nada paciente, só ser for obrigada, o que por vezes tem de ser!
a menina é muitooo curiosa, abrir as prendas, não pode ser =D

kiss

CybeRider disse...

Vá lá que alguém tem de te dizer a verdade...

Conserva-a enquanto podes, que um dia começas a perceber que a noite é maior que o dia, e nessa altura lá se vai a paciência, é certo que também começarás a dar importância a muito menos coisas, e as prendas... Não deixas de abri-las por falta de paciência, é mesmo porque te esqueces delas.

A vida é bela!

:)

Beijinho!

joao disse...

Paciência, muito rara nos dias de hoje. Cada vez as pessoas são menos tolerantes.
Um bom teste à paciência, se gostares de prendas. Podes abrir e embrulhar outra vez :).
Abraço

Anónimo disse...

Será que conseguiste?
Por acaso devias ser menos tolerante em muitas ocasiões. Mas tem de haver alguém para equilibrar!
Beijinho

Nirvana disse...

Marquês
Consegui!!! :))
Não abri nem uma!
Desafio superado!
Beijinho

Nirvana disse...

Libelinha
As do Prozac estavam BEM escondidas, senão não chegavam ao Natal, de certeza!
Beijinhos

Nirvana disse...

Trintão
Pois é, já tive muita mais, e tenho pena de não continuar assim!
Beijinhos

Nirvana disse...

Pinkk
Sou curiosa mesmo. Em miúda, espreitava-as todas. As minhas e as dos outros ;)
Beijinhos

Nirvana disse...

Cybe
Tens toda a razão. As coisas que nos chateiam vão mudando e hoje, posso dizer que muito poucas coisas me fazem mesmo sair do sério, mas tenho-me irritado com coisas que normalmente não me irritariam. Devo estar a precisar de férias.
Quanto às prendas.... adoro. Dar e receber :)).

E sim, a vida é bela!!

Beijinhos

Nirvana disse...

João
Isso era fazer batota. E preciso mesmo exercitar a paciência!
Beijinhos

Nirvana disse...

AnónimA
Consegui, sim. Querer é poder!
Não vale a pena perder tempo e energia com o que não vale a pena!
Beijinhos