quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

...


Porque me ensinaste muito,
Ainda que eu não tenha aprendido tudo,
Imagino-te aqui, hoje, comigo.

Tenho esperança que um dia
A minha alma consiga captar
Toda a cor...

Sempre me lembro que estavas presente.
Quando estava triste
Era a ti que procurava
Para aliviar a minha dor.
Era contigo que pintava
Coisas lindas como a relva
Ou uma menina de camisola verde.

Nunca esqueci que éramos companheiros,
Que eras o lápis mais bonito,
Mais iluminado,
Que me fazia pintar a alegria.

Já não te tenho, lápis verde,
Mas acredito que a vida
Continua da tua cor.
E os traços que pinto
Têm a tua esperança...

Já é dia 24! Era o teu aniversário! Saudades de te dar um abraço! Tantas! Do bolo-rei com velas! Do teu carinho, das tuas palavras, da tua calma, da tua fé, de te ouvir tratar-me por aquele diminutivo que não deixava mais ninguém tratar-me. Foste, sem dúvida alguma, a pessoa mais doce que eu conheci. Obrigada! Por teres acreditado sempre em mim, por nunca me teres cobrado nada. Orgulho, muito, em ser tua filha!

22 comentários:

Marquês de Sade disse...

E depois de te ler... o que dizer?
Nada! Apenas sorrir!
Bjinho...

Kika disse...

Vale sempre a pena conhecer pessoas assim. Então ser filha de um? Sem palavras.

JFDourado disse...

Nestas ocasiões a saudade cresce dentro de nós. Resta a memória dos bons momentos que nos trazem sempre um sorriso.

Bjinhos :)

Sonhadora disse...

Bom dia!
Deixaste-me emocionada, está uma dedicatória muito bonita! Recorda-o sempre, pois ele vai exister sempre dentro do teu coração!
Beijoca grande e um Feliz Natal

Libelinha disse...

Palavras lindas para descrever este sentimento de saudade!...

Beijinhos :P

pepita chocolate disse...

Seria um dia feliz, e deverá continuar a ser. Feliz por ser véspera de Natal e teres contigo um fruto que nasceu de ti, que te dá muitas alegrias, com toda a certeza. E tu,és o fruto de um alguém, que torna o dia ainda mais especial. Que a árvore que te fez nascer, que te deu flores como abraços em todas as primaveras que te viu crescer, viverá eternizada dentro de ti, aconchegadinha no teu coração. As saudades permitem que a sua imagem e os seus gestos nunca caiam no esquecimento. Sei que doem, demasiadas vezes até, mas sabes que, um dia, lhe pudeste sentir o cheiro e o calor do abraço.

Que esta véspera de Natal, mais do que as lágrimas que possam povoar esta quadra, gostaria que pendurasses essas saudades na tua árvore, junto às bolas cintilantes. As recordações, fossem colocadas à mesa, iluminadas por velas sempre acesas, dos abraços e dos beijos, esses poderás reparti-los com quem aí está, junto a ti. Põe-lhes um laço de alegria, dá-lhe um nó de esperança no futuro e ajeita-o com o prazer de quem ama como tu! Verás que esse é o presente perfeito que o teu pai gostaria que lhe desses, a ele, e a todos os que estão junto de ti.

E se olhares o céu, deverás ver, por trás de uma nuvem negra, a espreitar, uma estrela brilhante; certamente brilhará só para ti, do orgulho que alguém que já partiu sente em ti e em tudo o que és.

Um Feliz Natal, com muita magia e ternura.

Beijoca!

Inside me disse...

Um Feliz e Santo Natal para ti e para os teus.

Mesmo não estando perto, onde quer que estejam estarão de certeza a olhar por ti. E irão querer a tua felicidade.

Feliz Natal

Beijos

Pinkk Candy disse...

Muito linda a tua homenagem. *.*

Gemini disse...

Olá Nirvana!

O meu pai também faz anos no dia 24 de Dezembro. São dois, os Natais que se festejam na minha familia, por isso sei o que esta noite significa para ti...
Sabes o que penso da saudade. Sim, tu sabes! O uso tranquilo e sereno que podemos e devemos fazer dela. Dor terias, se a tua recordação do teu Pai, fosse a oposta da que descreves...

Não sou de chorar em "posts", mas a beleza com que descreves a relação com o teu Pai, traiu o sorriso que ía desenhando enquanto lia, e duas lágrimas caíram.
Por isso, hoje, além do beijinho que te costumo deixar, deixo-te também um abraço. Um abraço que espero que recebas de forma muito especial, que vai recheado de carinho, assim, do tamanho do teu indisfarçávelmente maravilhoso coração!

Miss Complicações disse...

Tenho a certeza que as memórias que guardas são fantásticas. Cada sorriso que lanças é a mais bela homenagem que podes fazer.

PS. O caçula á de casa também fez anos dia 24.

Anónimo disse...

Minha Amiga
Não conheci o teu pai, mas a maneira que falas dele sempre me comoveu. Tenho a certeza que tinha muito orgulho em ser teu pai também. Como eu tenho em ser tua amiga.
Beijo grande
IM

Nirvana disse...

Olá, Marques
Quando comecei a escrever este post, a minha ideia era pô-lo sem comentários. Não porque não goste dos vossos comentários, que sempre me trazem muito, mas porque era um desabafo meu, e algo que, mesmo após seis anos ainda me dói muito falar. Fui escrevendo e, no fim, esqueci-me. Quando me lembrei, já tinha o teu comentário... Obrigada, de coração, não só pelo comentário, mas por me lembrares que partilhar a tristeza também é possível, e preciso.
Beijinho

Nirvana disse...

Kika
Vale a pena, sim. Há pessoas que nascem com um dom. Acho que o meu Pai nasceu com o dom de dar, de equilibrar, de temperar, de amar.
Obrigada.
Beijinho

Nirvana disse...

JFDourado
Quem diz que a saudade diminui com o tempo, está completamente enganado. Aumenta. E são as memórias desses bons momentos que a tornam tolerável, permitindo-nos aos poucos, acompanhá-la de um sorriso.
Obrigada.
Beijinho

Nirvana disse...

Sonhadora
Disso tenho a certeza, vai existir sempre. No meu coração, nas minhas palavras e nos meus actos. Até nas minhas feições :).
Beijinhos

Nirvana disse...

Pepita
É o que tento fazer, acredita, apesar de sentir a falta dele todos, todos os dias.
Esta quadra é sempre especial. Mesmo estando reunida com a família em outras ocasiões, o Natal é o Natal. Pelo menos para mim, é. Estar rodeada por eles, apesar de aumentar a lembrança porque mais noto a falta dele na sua cadeira, dá-me alento e coragem.
Obrigada pelo teu comentário. De coração.
Beijinhos
Sem dúvida que o meu Prozac me ajudou, e ajuda muito. Ajuda-me todos os dias. Torna a minha vida mais leve.

Nirvana disse...

Inside Me
Tenho a certeza que sim.
Obrigada.
Beijinhos

Nirvana disse...

Pinkk Candy
Obrigada.
Ser pai, mãe, filho, não é fácil.
Sonho meu, um dia o meu filho sentir tanto orgulho em mim como eu sinto pelo meu pai.
Beijinhos

Nirvana disse...

Gemini
Também? :). Espero que os continues a festejar por muito tempo!
Eu estou a tentar aprender a ter essa serenidade. Tens razão, seria dor e não saudade. Esta saudade é "má" porque é saudade, é alguém que queria abraçar e não posso, nem poderei. Mas, com o tempo, e a serenidade, conseguimos olhar para trás e sorrir um pouco.
A segunda parte do teu comentário, não preciso dizer o que significa para mim. "Apenas" obrigada, pelo carinho com que sempre me tratas, e pelas tuas palavras, aqui e no teu cantinho, que me ajudaram, e tanto, ao longo deste ano.
Deixo-te também o meu abraço, de amizade, Gemini. Obrigada!

Nirvana disse...

MissC
Memórias tão boas... acho que não tenho uma única recordação menos boa do meu Pai, excepto a altura em que adoeceu.
Beijinhos

Nirvana disse...

IM
Espero que sim, que ele sinta orgulho em mim.
Obrigada, IM.

Nirvana disse...

Libelinha
Sei que sabes e compreendes este sentimento :).
Beijinhos