quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Conversas Prozac VIII

                                 Não pensem que me levam na conversa!!

Quem disse "tem cuidado com o que pedes porque se pode concetizar, tinha a sua razão. Durante anos, uma das minhas grandes preocupações foi o meu filho não comer. As refeições eram um tormento. Ele não comia mesmo. Usava vários truques, incluindo armazenar a comida na boca até as bochechas não esticarem mais. Em Agosto deste ano, deve ter passado algum cometa não identificado por aqui porque, de um dia para o outro, soltou-se o apetite e começou a comer como se não houvesse amanhã. Agora anda sempre com fome. Se os kg que engordou inicialmente me alegraram... tudo tem um limite e agora está a ficar um bocadinho... redondinho.

Ontem cheguei tarde do trabalho. Ele já tinha jantado e, como tinha combinado jantar com uns amigos, levei-o comigo. Acabadinho de jantar, já estava cheio de fome, dizia ele, e a preparar-se para atacar a comida.

Eu - Não vais comer outra vez, P..
Prozac - Tenho fome.
Eu - Já jantaste, filho. E comeste bem, que a Vóvó disse-me.
P - Mas tenho fome.R. - Ele está mesmo a ficar gordinho. 
P - (encolher de ombros e mais uma coisa que desapareceu da travessa)
R. - Não é bom engordar muito. 
P. - Porquê?
R. - Porque faz mal. E ficas mais bonito assim. Olha, se o T. (o filho dele) fosse muito gordinho, não ia conseguir fazer as corridas contigo. Eu não queria ser gordo. Se eu fosse muito gordinho ias gostar de me ver?
P. - Eu gosto de cada pessoa como ela é.

Não conseguiu argumentar esta. Claro que ele disse aquilo só para não o chatearmos mais, mas pode ser que aprenda a fazê-lo pela vida fora.

7 comentários:

um tal de Caçador disse...

... é só para deixar um beijo e desejar um ano mesmo novo e feliz e tudo...

bêjo

joao disse...

Gosto sempre destas conversas Prozac.
Vai longe, ele! Argumenta com qualidade.
E deixa-o comer à vontade!
Abraço

Checa disse...

A minha filhota também está nessa fase. Está sempre a perguntar o que há para comer...:-)
Desejo-te um super 2010, que continues por aqui... a escrever coisas fantásticas.

beijinhos

Psiuuuu!!Sou eu! disse...

Bem acho que passa por ai os quilos que preciso de engordar(comer sempre e muito), descobre o que aconteceu, porque estou a precisar, lol.
Mas não é bom, não e convém mesmo controlar, como? não sei bem....
Bjinho

Kika disse...

Admito que a educação que lhe estás a dar só pode ser boa, para uma resposta destas. Mas no fundo, sabemos que as outras crianças não pensam assim... Além do mal que faz à saúde! Mas não deixa de ser louvável um coração tão bom nesta geração ;)

Marquês de Sade disse...

Ele tem mesmo pinta ;)
Bjinho

Anónimo disse...

Já fiquei sem argumentos com ele algumas vezes :).
O teu filho não é senão o reflexo de ti e do que lhe ensinas. Com pilhas duracell :).
Dá gosto falar com ele.
Beijinhos para ele
IM