quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ideias brilhantes não são para quem quer, são para quem as tem


Há sempre pessoas com ideias para superar a crise...

Um médico coreano, o cirurgião plástico Kim Sung-min, opera as linhas das mãos dos pacientes para melhorar o seu* futuro. Tem candidatos à cirurgia provenientes da Coreia do Sul, China e do Japão. Todos acreditam que a intervenção pode melhorar o seu destino.

Sung-min altera as chamadas linhas da mão que, segundo a crença popular, mostram o destino no amor, na carreira e na vida. Diz ele que, no passado, as intervenções se destinavam mais na alteração do nariz, dos olhos, mas que a crise fez alterar as prioridades, e agora cerca de 30% dos pacientes procuram a cirurgia para aumentar a sua sorte em entrevistas de emprego.

Custa-me a acreditar nisto. Eu sei que a vida não está fácil, e não é só por cá. Sei que o desespero pode levar as pessoas a fazer coisas inimagináveis. Sei que há pessoas que acreditam piamente nestas coisas, linhas da mão, leitura da sina, dos búzios, das cartas e o que mais haverá por aí. Mas, será possível que acreditem mesmo nisto, que se sujeitem a esta cirurgia?? Até estas não pensarão que as ditas linhas, as importamntes nestas coisas, serão aquelas com que se nasceu? 

*Na minha opinião, o futuro que melhorará será o seu, o do cirurgião, que com toda a certeza vai amealhando um dinheirinho com a esperança dos seus pacientes.

Sim, só lá vai quem quer, eu sei.

Notícia aqui.  

9 comentários:

maria teresa disse...

Este tipo de coisas só prosperam porque as pessoas desesperadas acabam por acreditar em tudo.
Lamento-as porque há sempre quem se aproveite, quem lucre com o mal alheio.
Abracinho

Marquês de Sade disse...

É engraçado. Ainda há dias, uma amiga minha, me dizia isso. Nem queria acreditar...
Realmente vale tudo para ganhar ums coroas!
Bjinho

mimanora disse...

O desespero e também a ganância...

Kika disse...

Oh God!!!! O senhor anda armado em Deus!!!

Libelinha disse...

Se as pessoas que se sujeitam á cirurgia guardassem mas era o dinheirinho de certeza que não estavam em crise, lol!...

Beijinhos ;P

CybeRider disse...

"Em terra de cegos, quem tem um olho é rei", ou escroque, acrescento. Mas pior do que os cegos são os que não querem ver, estes serão os culpados pelo seu infortúnio. Teimamos em chamar-lhes vítimas, em protegê-los com a nossa sociedade paternalista, mas deveríamos dar-lhes a cana e ensiná-los a pescar. Não se estimula a racionalidade nem a responsabilidade. Mas haverá quem se queixe?... Quando vou ao médico que não me cura mas não me devolve o dinheiro que paguei, não estarei a ser vítima também ainda que supostamente mais esclarecido? Será que o charlatão não estará tão convencido dos seus poderes como as suas presas? A fé que nos alimenta a vida pode ser o perigo que nos guie à perdição. É uma máquina acéfala.

Beijinho

Gemini disse...

Já houve quem vendesse parcelas da superficie lunar. Já houve quem vendesse pirâmides do Egipto... Mas a notícia, é que alguém pagou por isso, sem ter efectivado compra!

Portanto, tudo dito!

beijocas.

ergela disse...

Sabes! Não deixo de acreditar ou não, mas que "elas" existem, lá isso existem.

Beijos.

*C*inderela disse...

Se é assim tão facil mudar o destino que venha essa técnica, lolol. Uns perdem uns tostões e outros ganham :P

Bjokas*