sábado, 17 de abril de 2010

Vazio...


Geralmente a palavra vazio gera uma sensação de desconforto. Não gostamos do vazio. Afinal o que significa o vazio? A não existência, a ausência, o nada. Algo que se perdeu e deixou o seu lugar não preenchido, algo que não foi ainda preenchido, como um puzzle onde falta uma ou mais peças, algo que não sabemos sequer que existe, mas cujo lugar está ali, porque ali pertence.

Poderá o vazio ocupar lugar? Penso que sim. Por vezes ocupa um lugar maior do que ele próprio. Por vezes, ocupa um espaço imenso. Podemos também estar cheios. Cheios de nada, o que nos dá uma falsa ilusão de que o vazio não existe. Mas o vazio é necessário. Por vezes, temos de criar esse vazio, libertar-nos de coisas que nos prendem, que falsamente enchem a nossa vida, para podermos preenchê-lo com novas coisas.

Podemos ver o vazio não como o fim da linha, mas sim como o início, tal como vemos um copo vazio como uma oportunidade para o encher, uma sala vazia como um desafio para a decorar ao nosso gosto, ou uma página em branco como uma amiga que podemos encher com palavras que nunca serão vazias, mas que muitas vezes não conseguem traduzir tudo o que contêm. 

11 comentários:

maria teresa disse...

Nunca tinha lido um "desabafo" tão bonito sobre o vazio, como este.
Abracinho

Canhota! disse...

Querida Nirvana!

Só tenho um comentário a fazer!

LIndo!
Lindo!
Lindo!

Não duvides que: " Podemos ver o vazio não como o fim da linha, mas sim como o inicio"

Um beijinho muito grande!

Marco Rebelo disse...

Por falar em vazio...acabaram-se os pasteis de nata... :)

kiss kiss

Bloguótico disse...

Beeemmm... acabei de aprender um novo sentido para a palavra "vazio"!!! Obrigado pela lição! :D

TouroCeptico disse...

Mais uma pérola....

Achei fantástico ests texto...não pelo teor negativista...mas exactamente pelo contrário....

Quantas vezes para arrumar uma prateleira...não temos que em primeiro lugar abrir espaços e depois completá-los ?

Beijinhos

* Vazio é diferente de "buraco-negro"

Girl in the Clouds disse...

Bela perspectiva sobre o vazio, tudo na vida tem um lado positivo e um negativo!! E, realmente o vazio também faz falta!!

Trintão disse...

Por vezes o vazio ocupa-nos o espaço todo que temos dentro de nós. Há que pensar nele como espaço a preencher e não a esvaziar.

P.S. bom texto!

by "A Invisível" disse...

Minha Amiga;

Dizer o quê?.. Tens sempre algo novo a acrescentar à minha vida. Quer pessoalmente, quer através de textos maravilhosos e simples como este. :)

Não é ao "calhas" que és minha Amiga! Certo?!Hã? Hã?! :)

Beijinho ENORME minha Amiga*Aquele abraço apertadinho*

pepita chocolate disse...

Há vazios que nunca serão preenchidos. Terão o seu espaço, porque existem vazios nunca mais conseguirão ser preenchidos pelo que os que o ocupavam. Porque existem vazios que são terreno sagrado, onde nenhuma planta sequer se atreve a nascer. A ocupar o espaço de algo grande. A substituir quem deixou aquele lugar vazio.

Beijoca.

Tia Complicações disse...

Linda essa maneira de definir o vazio….
Nunca tinha pensado no vazio sobre este prisma, muito espiritual e profundo.
Supostamente temos um espaço ocupado por coisas que não nos dizem nada. Por outro lado inconscientemente sentimo-nos que aquele lugar deve estar ocupado.
Ainda que aquela ocupação não nos dê nada, é como se estivesse vazio.
Verdadeiramente vazio, era assim que deveria estar, para o enchermos com coisas que contribuam para a nossa felicidade…
Beijinhos e abracinhos

L'Enfant Terrible disse...

O vazio tem essa particularidade de nos obrigar a lutar contra ele, talvez isso seja, por si só, a sua melhor virtude.