sábado, 10 de abril de 2010

Nem mais, nem menos


Sou como sou,
Nem mais, nem menos.
Sou o que sou,
Sou o que sei ser,
Sou o que sei querer, 
Sou o que aprendi a perder,
Sou o que fiz renascer.

Sou como sou,
Nem mais, nem menos.
Sou o que quero ser
E o que não quero também.
Sou pássaro em voo solto
E árvore agarrada ao chão.
Sou nuvem passageira
E carro sem bagageira.
Sou a brisa suave da tarde
E o vento forte da manhã.
Sou coração que dança ao cantar,
Sou mão que dança ao escrever.

Sou como sou,
Nem mais nem menos.
Nem o mais que queriam que fosse
Nem o menos que queriam que não fosse.
Sou, apenas, como sou.

13 comentários:

Mariana marciana disse...

E és muito bem :)

TouroCeptico disse...

E és tu própria....

Ah é verdade....e uma grande escritora!

Beijinhos

Checa disse...

Assim és tu querida Nirvana, nunca te negues!


Beijinho

maria teresa disse...

Para além de escrever muito bem, também tem poesia na alma...
Abracinho

uminuto disse...

ainda bem que assim é
sermos quem não queremos é renegarmos a alma que nos alimenta a vida
um beijo

Canhota! disse...

E continua assim!!!

:) :)

jinhos:)

Girl in the Clouds disse...

E ainda bem que assim é!! Que gostem de nós pelo que somos!!

Tia Complicações disse...

Nem mais!...cada um é como é. Só temos que aceitar. Num jardim existem muitas flores e nenhuma delas é igual...Bonito poema.... Beijinhos *

S. disse...

Confesso que adorei... lindo.

Beijinhos

Gaja com G maiúsculo disse...

E ADORAMOS-TE como és! ASSIM :) Única!

Beijinhos

Rita G. disse...

Achei lindo e muito verdadeiro:-) bj

Cris disse...

O melhor é sermos felizes com quem somos. Lindo, lindo!!
bjus

Anónimo disse...

És apenas a pessoa mais bonita que conheço. Não deixes nunca de ser como és.
Beijinhos de quem te admira muito
IM