domingo, 25 de abril de 2010

Olhar



Tive um colega que era incapaz de olhar nos olhos dos outros quando falava. Nunca. Olhava para qualquer ponto algures, atrás do ombro, a parede ao lado, o cabelo, mas nunca para os olhos. Aquilo fazia-me uma confusão danada. Várias vezes ia-me movendo conforme o olhar dele, para ver se conseguia olhar mesmo nos olhos, mas nunca tive grande sucesso, excepto os risos dos outros pelas minhas coreografias. 

Faz-me imensa confusão as pessoas que não olham nos olhos das outras quando falam. Não que tenhamos que estar sempre de olhos arregalados, fixos, como que hipnotizados. Podemos até falar sem olhar para a pessoa, transmitir informações, pedir algo, enfim, muitas coisas. Mas os olhos continuam a ser o espelho da alma.  O olhar está para além do simples encontro anatómico da visão.  O simples facto de conseguir ou não encarar uma pessoa, olhá-la nos olhos já diz muito. Os olhos não conseguem mentir com a mesma facilidade que as palavras. O olhar permite entender o que é visível e o que está para além do palpável. 

Os olhos falam. Muitas vezes falam até sem que o seu dono queira. Ganham vida própria. Sorriem quando a boca continua séria, choram quando esta esboça um sorriso, irradiam luz ou escurecem de forma assustadora. Um olhar pode poupar mil palavras. Às vezes basta um simples olhar. Para ganhar ou perder, para ficar ou partir. Às vezes um simples olhar prende-nos como  se de um íman se tratasse.  Um olhar sincero e simples, humilde, terno, meigo, apaixonado, caloroso, ou de dúvida, de desprezo, de indiferença, de raiva, de ódio. Uma visão para lá dos olhos. Ver a vida num olhar,  dar  a vida num olhar, dar vida à alma num olhar, perdermo-nos num olhar...

Os olhos que não encontram os olhos... talvez olhos cansados de pouco ver, que não sabem que é preciso olhar para aprender a ver.

32 comentários:

M. disse...

Concordo contigo e acho o olhar nos olhos fundamental. Não concebo falar com alguém sem olhar nos olhos. E incomoda-me muito quem não o faz, porque fico com a sensação que me está a mentir ou a esconder alguma coisa. (o meu colega de supervisão nunca me olha nos olhos quando fala comigo)
Costuma-se dizer que "os olhos são o espelho da alma" e acredito que sim. Dizem muito mais do que aquilo que se pensa ou diz por palavras.

:)

L'Enfant Terrible disse...

Ou que temem "ver" pelo aquilo que podem encontrar ou transmitir!

maria teresa disse...

Nem sabe como concordo consigo. Aliás o que atrai numa pessoa são os olhos, não pela cor, não pela beleza,...mas pelo brilho!
Abracinho

uminuto disse...

"perdermo-nos na magia de um olhar", mas para isso é preciso saber ver-se e entender a linguagem do olhar
um beijo meu

S. disse...

Concordo contigo, não é preciso estar a olhar fixamente para a outra pessoa como se fossemos maluquinhos, mas uma pessoa que é incapaz de olhar outra nos olhos quando fala deixa-me sempre desconfiada não sei explicar porquê.

Beijinhos

Canhota! disse...

Nirvana!

Não imaginas o quanto concordo contigo e estou como a Maria Teresa diz: o que atrai num olhor é o seu brilho!

Detesto quando falo com alguém e não me olha nos olhos..a vontade que tenho é dizer: eh estou aqui!

Detesto quando alguém que recusa falar contigo porque o medo que sente é olhar-te nos olhos e não ter coragem para enfrentar o nosso olhar!

Um simples olhar diz tanta mas tanta coisa!

Quando choro não imaginas, toda a gente dá por isso...é um horror fico com uma bogas do tamanho do mundo! é terrivel!

Ah conheço uma pessoa que é dificil que nos olhe nos olhos...coitado...e sabes porquê é estrábico...de forma que nunca sei para onde é que ele está a olhar e esse sim têm desculpa!!!

lindo post Adorei como de costume!

uma excelente semana!

jinhos:)

Girl in the Clouds disse...

Também gosto de olhar olhos nos olhos!! É importante esse contacto!

*C*inderela disse...

Acho importante olhar nos olhos, eles também falam :)

Anónima disse...

Bem...todos concordam né. Me too.
Mas desculpa alguma vez chegaste a dizer frontalmente a esse rapaz que ele tinha esse "defeito", que devia fazer um esforço e olhar nos olhos das pessoas? Acho que é bom também termos essa iniciativa, pois nem sempre as pessoas conseguem ter a noção disso.

Acho que o facto de ele nao te olhar nos olhos, é porque devia ser algo introvertido, com baixa auto estima, e por tal com medo, medo de te enfrentar nos olhos, porque é mais dificil.

Mas eu também por vezes tenho esse defeito, e uma coisa que às vezes me acontece, tenho mesmo de olhar para longe para me lembrar do que quero dizer, para me concentrar. è estranho né. Eu sei, mas tipo às vezes perco me, e se olhar para um determinado ponto, consigo me concentrar.

Acho que sim! através dos olhos podemos ver muita coisa, e por vezes eles sim dizem a verdadeira verdade. Porque as palavras sao ilusórias. Mesmo o sorriso dá para ver se é sincero ou nao, e com a ajuda dos olhos fica mais facil.

Mas há pessoas que conseguem mentir nos olhando nos olhos, há de tudo, são verdadeiros actores é o que é. Há de tudo neste mundo.

Fica bem
Beijinhos

Bloguótico disse...

Tens a certeza que o dito colega não sofria de estrabismo?!! LOOOL

CybeRider disse...

Pois... Com o olhar procuramos. Quem não procura só encontra o que lhe cai em cima, que nem sempre é bom. Há literatura sobre as formas de olhar, mas a morfopsicologia não deve ser tida como uma ciência exacta e irrefutável, antes como um auxílio para análises fundamentadas noutros factores. O normal será que o olhar diga quem somos mas, tal como o aperto de mão, pode ser treinado e levado a extremos absolutamente ridículos. Há muitos factores que podem levar a essa atitude, desde o simples facto de o individuo se encontrar hierarquicamente numa posição muito inferior e ter adquirido essa postura por deformação profissional, ou temor reverencial, até ao facto de a sua auto-estima ser muito baixa por factores exógenos. Um mundo a debater. Há outros aspectos que podem causar algum incómodo no interlocutor, como o facto de o olhar se centrar nos lábios em vez de focar os olhos, etc. A psicanálise tem estudos elaborados sobre isso com conclusões interessantes, mas como referi tenho algumas reservas sobre a atribuição de etiquetas imediatas sem análise de outros aspectos também importantes.

Se fosse só contigo que ele tivesse essa reacção poderia até ser por estar apaixonado e ter receio que lhe lesses os sentimentos por te achar um amor impossível, tens a certeza que a atitude era também com outros?...

Beijinhos, Nirvana

Rita G. disse...

Adorei ler este teu post. É mesmo verdade, os olhos são o espelho da alma:-) Bj

by "A Invisível" disse...

Querida Amiga;

Concordo de forma absoluta. Os olhos têm o poder de mostrar o que realmente vai aqui dentro. E acredita que não mentem. Por isso, muitas pessoas não têm a capacidade de olhar nos olhos, têm receio de mostrar o que escondem.

Beijinho enorme* com direito àquele abraço apertado que tão bem conheces*

ÓPTIMA SEMANA COM DIREITO A CAFÉZITO E TUDOOOO!!

Kika disse...

Eu também gosto que me olhem nos olhos, e gosto de olhar nos olhos dos outros. Mas às vezes e para certas pessoas, é incómodo e sinal de invasão da privacidade.
De qualquer forma, não há nada melhor para ler a alma dos outros que estar atento aos olhares ;)

Sonhadora disse...

Os olhos dizem muito, sem dúvida! Muitas vezes percebe-se que tipo de pessoa é, pelo simples olhar! Eu costumo dizer que os olhos são perigosos, dizem coisas que a boca não diz! Os olhos são o espelho da alma!
Beijocas

Anónima disse...

Concordo com Nirvana ou Cybe rider. Sim existem muitos factores a analisar. E se calhar até podia gostar de ti...nunca se sabe. Nada é simples, tudo tem uma razao de ser como um amigo uma vez me disse.

Nirvana disse...

M.
A mim, faz-me imensa confusão, principalmente quando é repetitivo.
Já comentei contigo que esse teu colega é um biscatezinho jeitoso. Acho que já lhe tinha posto uns pionezes na cadeira ;)
Beijinhos

Nirvana disse...

Terrible
Mas, não vale mais ver? É sempre melhor ver, saber, do que ficar na ignorância, certo?
Beijinhos

Nirvana disse...

Maria Teresa
É esse brilho, ou a ausência dele, que às vezes diz tanto!
Eu acho que os olhos mudam de expressão mais facilmente do que a cara.
Beijinhos

Nirvana disse...

Uminuto
De que maneira nos podemos perder nas profundezas de um olhar!
Beijinhos

Nirvana disse...

S.
É isso mesmo que transmite, e incomoda. A mim incomoda-me bastante.
Beijinhos

Nirvana disse...

Canhotinha
Eheh! Descreveste na perfeição a minha coreografia com esse meu colega, um passo para um lado, outro para o outro, enfim. Cheguei a dizer-lhe isso, e a perguntar o que havia de tão interessante na parede.

Umas bogas? Eheheh! estou a aprender a falar lisboeta! :)

Por acaso, tenho um amigo um bocadinho bastante estrábico. Acredita que me custa menos falar com ele do que custava falar com esse colega!!
Beijinhos

Nirvana disse...

Girl
Penso como tu. Aliás, não concebo falar com alguém sem ser assim.
Beijinhos

Nirvana disse...

Cinderela
Falam, sim. Eu, quando tentava dizer uma peta à minha mãe, nunca podia estar a olhar para ela, ela descobria sempre, por causa disso mesmo, dos olhos. Ou era adivinha ou sábia :). Agora já não digo mentiritas para sair de casa :)
Beijinhos

Nirvana disse...

Olá, Anónima (pouco anónima, com direito a foto :)
Cheguei a pensar que ele seria introvertido, tímido. Não só eu, mas outros colegas. Mas não era o caso. Ele era um verdadeiro "artista", sempre a esquivar-se ao trabalho e ao contacto com as pessoas com quem trabalhava. Não era só comigo, era com toda a gente.
Cheguei-lhe a perguntar se tinha miopia, mas esses têm de olhar bem de perto!
Acho que isso que contas é diferente. Quando estamos a falar com alguém não temos de estar ali, fixos, e olhar para longe momentaneamente é diferente!
A expressão do olhar acompanha a expressão do nosso espírito.
Claro que haverá quem consiga mentir, mesmo ollhando nos olhos. Há pessoas capazes de coisas que nem imaginamos!

Mas, felizmente, acho que a maior parte não é assim!

Beijinhos

Nirvana disse...

Bloguótico
EhEhEh, esse não sofria, não. Era esquisito, mas não era estrábico!
Beijinhos

Nirvana disse...

Cybe
Como eu aprendo sempre contigo! Os olhos são uns marotos às vezes, mesmo quando olham de relance, não é? :))
Tens razão, claro que não se pode fazer juízos baseados num único factor, não conhecendo o contexto. Neste caso específico, o meu colega era bastante esquivo em tudo, incluindo responsabilidade e camaradagem. Era ver chegar o Verão e ele ficar sempre doente em alturas críticas, aparecendo depois moreno. Ainda lhe perguntei que tipo de doença era aquela, porque bem me fazia jeito, a mim, que tinho um tom de pele bem mais claro que ele.
Tudo se pode treinar, dizem. Acho que, como em qualquer coisa que se treina, qualquer coisa técnica, se pode ficar um verdadeiro especialista. Se se tiver queda para isso. Se não tiver, por mais que tente, terá quase sempre dificuldade. Usar o olhar como arma para transmitir apenas o que se pretende e não o que se sente, se calhar também é possível. Basta vermos os bons actores, certo?

Eheheh!! Não era só comigo, não. Era com toda a gente!! :))

Beijinhos, Cybe, e obrigada!

Nirvana disse...

Rita
Para te dizer a verdade, cada vez gosto mais de olhos transparentes. Ainda o outro dia comentava que estou a ficar sem paciência para certas coisas, e uma delas é pessoas que gostam de se camuflar.
Beijinhos :)

Nirvana disse...

Querida Invisível
Já nos imaginaste a conversar sem olharmos uma para a outra? Se podíamos? Poder, podíamos, mas não era a mesma coisa, pois não??
Vamos lá a esse cafézito! Estou com saudades!!!
Um grande abraço, minha amiga, daqueles a sério! :)

Nirvana disse...

Kika
A mim faz-me muita confusão, principalmente quando se fixam em algum sítio que nem sei onde é!
Beijinhos

Nirvana disse...

Sonhadora
Por isso gosto tanto deles :)). Porque nos dizem tanto!
Beijinhos

Nirvana disse...

Anónima
Aprendemos sempre com o Cybe!
Acho que quando a causa é timidez ou mesmo uma auto-estima muito fraquinha, com o tempo e a convivência, acaba por desaparecer essa inibição. Tinhamos um excelente ambiente de trabalho e uma verdadeira camaradagem, por isso não devia ser essa a razão.
Beijinhos :)