segunda-feira, 12 de abril de 2010

Porque também se perde...



Não é só vir para aqui babar quando o sr. Prozac ganha. Não. É vir para aqui babar também quando ele não ganha.
Foi um fim de semana de competição. Sábado campeonato nacional e domingo outro torneio. Começa a ficar "pesado". Não ganhou o nacional. Foi pena, porque tinha potencial para isso. Apesar de a minha opinião ser parcial, eu sei, não é só a minha opinião. Algumas peripécias que antecederam o início do campeonato e que não vale a pena mencionar aqui, até porque envolve a irresponsabilidade de pessoas que já tinham idade para serem um bocadinho mais responsáveis, principalmente quando se trata do sonho de um menino, contribuíram para ele estar completamente desconcentrado. Perdeu com um menino que tinha facilmente eliminado no regional. Porquê a baba, então? Nós, mães, não precisamos de motivos para babar!! Depois do 1º lugar ter voado, e de o ter visto tão desolado (na bancada, sem poder ir lá baixo dar-lhe um abraço) pensei "pronto, não vai conseguir fazer mais". Mas conseguiu. Conseguiu concentrar-se e bater-se pelo segundo.
Quando finalmente pude chegar ao pé dele, e depois de um mega-abraço e um parabéns, diz ele, não fosse eu estar  distraída "mamã, eu não ganhei, não fiquei em primeiro". Eu sei que não, mas estou orgulhosa dele na mesma. E estarei sempre. Porque além de ser o meu campeão, é um menino de ouro. Porque, no meio da tristeza dele - e aqueles olhinhos estavam mesmo tristes - me pergunta se eu estou triste.

As palavras dele no fim foram "sabes, mamã, quase ganhar é pior que perder por muitos". Não tive muita sorte em demovê-lo desta ideia, mesmo com exemplos de jogadores que falharam penaltis em finais do campeonato do mundo. Não é fácil não ganhar, mas é algo com que tem de se aprender a lidar. 

Obrigada, Amiga, pela companhia na tarde de sábado, por teres aturado a minha neura, por me teres feito sorrir. 

Fui proibida pelo dono da mesma de colocar aqui a foto da medalha. Nem o facto de no Domingo o torneio lhe ter corrido muito bem o animou. 

12 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

OOOOhhhhhh :)
Enternecedor!

Beijinhos

by "A Invisível" disse...

Minha Amiga;

Siga... A vida é mesmo assim. Uns dias ganhamos, outros perdemos, mas a vida continua.
Há sempre algo a reter, até das situações menos boas. Certo?...

Um beijinho ENORME e já sabes... SORRI!

P.S. - Ah! É que nem todos se podem dar ao luxo, de ter uma amiga, com uma mansão, como eu!! COF! COF! COF!

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiii!!

TouroCeptico disse...

Por vezes são estes tropeções na vida...que nos fazem subir a escada ainda com mais vigor..

Talvez não pereceba hoje...mas amanhã vai valorizar que atrás dele ficaram dezenas...

Dá-lhe um abraço de parabéns!!

Boa miúdo...

Lana disse...

ele tem td a razao..sentir o sabor de qualquer coisa e vê-la escapar-nos pelos dedos é mt pior do k nunca a ter tido. nunca se sabe bem o k se perdeu =)

Canhota! disse...

1º: ao "campeão" um grande mas grande beijinho de parabÊNS!!!
2º costumo dizer ao meu filho: é assim M..umas vezes ganhamos e outras perdemos..a vida é feita assim, só temos que fixar orgulhosos de nós próprios por fazermos sempre o nosso melhor!
3º eu sei o que isso é...de estar na bancada enão poder dar aquele abracinho apertadinho que tanto eles gostam...ainda ontem o meu filho perdeu no futebol 4-2 e quando o senti em campo com os ombros para trás e cabeça baixa...só me apeteceu invadir o Campo de dar-lhe muitos beijinhos!
4º o teu ainda é pequeno..mas depois vai ser como o meu...quando tentei lhe dar um beijinho apertadinho ele diz: oh mãe que disparate...mas depois em casa...aceitou-os e muito repenicados!!!!

Babada!
jinhos e parabÊns aos dois!!!!

Anónimo disse...

Ele pode ter perdido um campeonato, amiga, mas tenho a certeza que vai ganhar muitos.
Baba quanto quiseres porque ele merece.
Um beijinho especial para o nosso pequeno campeão :)
IM

maria teresa disse...

Foi pena ter perdido, uma vez que tinha muitas hipóteses de ganhar, mas é uma lição que lhe vai ficar para a vida... De qualquer das maneiras, ele tentou, os meus parabéns ao filho e à mãe.
Abracinho

Sonhadora disse...

Dá para perceber que realmente és uma mãe babada, quer o teu filho ganhe ou não! Ganhar por vezes não é tudo, o quase ganhar vai fazer com que ele se esforçe mais!
Parabéns mamã orgulhosa e parabéns ao filhote, por ter-se esforçado e ter a mãe que tem!
Beijocas

Rita G. disse...

A vida é feita de bons e maus momentos, mas o importante é saber levantar a cabeça e continuar a procurar a felicidade. Eu estou cada vez mais a ver a vida desta forma:-) bj

Libelinha☆ disse...

O que ele disse é muito acertado mas... Vais ver que essa tristeza de quase ter ganho vai-lhe passar... E ainda o vai fazer trabalhar com mais afinco!...
E tens todo o direito e o dever de ficar toda babada!...

Beijinhos ;P

Deia disse...

Não é nada fácil não ganhar, é verdade. Na minha opinião as crianças devem perder algumas vezes, só assim podem dar valor aos seus sonhos e perceber que quando queremos algo na vida temos de lutar por ela!
Bjs

mimanora disse...

Beijos grande para ti e para o Prozac :)