terça-feira, 16 de março de 2010

A realidade do virtual



As melhores coisas são tão simples que não se podem explicar. Como a amizade, por exemplo. Não se explica, simplesmente acontece. Pode acontecer nas situações mais inesperadas. Pode acontecer em qualquer altura e em qualquer lugar. Mesmo neste mundo virtual. Penso que acontece um pouco com todos, habituamo-nos à presença das pessoas neste nosso pequeno mundo. Acabam por se criar laços. Tratamos as pessoas pelo nome, mesmo sendo um nome muitas vezes virtual, aquele nome é aquela pessoa. Aquela pessoa que em cada post seu ou em cada comentário nos acrescenta algo, nos faz sorrir, nos faz reflectir, nos faz sentir carinho e amizade nas suas palavras.

Mas este mundo virtual é apenas a superfície do mundo real. Por trás de cada palavra, de cada post, está uma pessoa. Real. Pessoas pelas quais vamos desenvolvendo respeito, amizade, afinidades, pessoas que, de certa forma, vamos conhecendo, que passam a fazer parte da nossa vida.

Passar do virtual para o real pode parecer estranho. Ou não. Na verdade, não foi nada estranho, pelo contrário, foi o constatar que as afinidades virtuais não são diferentes das reais. A única diferença é que em vez do écran de um computador, existe uma pessoa. Penso que o pior pensamento que nos pode ocorrer é a possibilidade de a pessoa virtual ser muito diferente da pessoa real. Correr o risco ou não é uma opção. Algo me dizia que não me ia desiludir. E foi assim que conheci a Senhorita Invisível, que se revelou uma surpresa muito, muito positiva. Com o sol como companhia, passamos uma tarde em amena conversa, como se nos conhecessemos há muito tempo. A mim, surpreendeu-me a facilidade com que a conversa fluiu. Surpreendi-me a mim própria, porque habitualmente não sou muito faladora enquanto não conheço as pessoas. Descobri uma pessoa fantástica, que encara a vida com um sorriso e uma vontade enorme de ser feliz e levar felicidade aos outros, que valoriza as pequenas coisas da vida, como o valor de um abraço. Descobri uma pessoa que tem perfeita noção do mundo real, e que, tal como eu, gosta de sorrir e de uma boa gargalhada, e de encarar a vida com o que muita gente chama "loucura" mas que eu chamo alegria de viver.

Depois de um final de semana terrível, em que não sei onde arranjei tempo para respirar, terminei o fim de semana com um sorriso e a certeza que esta tarde foi apenas o início de uma amizade real.

Senhorita Invisível, muito obrigada pelas dores de barriga com que fico ao lê-la e a escrever comentários em Jutreiquês, pelas costelitas que me partiu com esse abraço, por me deixar entrar na sua humilde mansão, mas principalmente, querida Amiga, obrigada pelos sorrisos, pela amizade, por aquela força!

22 comentários:

by " A Invisível " disse...

cof! cof! cof!cof! cof! -AI É DESTA VEZ QUE ME SAI UM PULMÃO PELO BRAÇO! Raios!!

Com licença...

Senhorita Nirvana;

Antes de mais, tenho uma perguntinha para a senhorita:

AONDE ESTÁ A "RED CARPET" PARA ME RECEBER???!!! HÃ?! HÃ?!

(Sim! Que isto de ter um pot a favorecer o meu satus e imagem e depois não ser recebida em condições... Quer dizer... Nem sei mais que diga!


Em relação ao seu dito cujo post, deixou-me assim; COM UM SORRIDO "PARVO" NOS LÁBIOS!! Nas nuvens, assim; a voar com os passarocos, (avestruzes - mais concretamente!!)

HÃ?! AS AVESTRUZES NÃO VOAM?!

Minha Amiga Nirvana;

Pelos vistos, até o pensamento acerca do nosso encontro, foi unânime (vá lá... assim não teremos que nos chatear!!) :))))

Adorei conhecer-te! ÉS ÚNICA! Penso que será realmente a primeira de muitas saídas com sorrisos à mistura, não esquecendo "AQUELES" abraços que inexplicavelmente demos... Há coisas... :) :)

Beijinho ENORME minha grande Amiga*

P.S.- Estou ansiosa pela próxima saída!!!! :)))

Cris disse...

Espero um dia ter a mesma sorte!

Mário Rodrigues disse...

Cantem-se aleluias e rejubile-se de alegrias!
Um amigo fez mais um amigo!
É muito bom ver o mundo caminhar em bons sentidos!

Um beijo para ambas

Checa disse...

A amizade é como uma semente...por isso cuida bem dessa semente ok?! Uma verdadeira amizade é um tesouro que não se pode perder.
Que bom que se encontraram!

Beijinhos amiga

Girl in the Clouds disse...

É verdade a amizade não se explica, sente-se!!

maria teresa disse...

Compreendo perfeitamente o que descreveu aconteceu-me isso com a Sairaf. Tive uma agradável surpresa...
Abracinho

maria teresa disse...

Compreendo perfeitamente o que descreveu, aconteceu-me isso com a Sairaf. Tive uma agradável surpresa...
Abracinho

Canhota! disse...

Se existe algo que prezo muito é a Amizade, para mim é algo que me faz sentir feliz, me faz sentir alguém, me faz sentir eu!

Fico muito contente pelas duas e mais uma vez digo: espero que essa amizade se mantenha por muitos e largos anos...ah e eu que veja ou sinta tá!

jinhos!

Pinkk Candy disse...

Que bom para ti e para a menina Invisível =)
Essas são sem dúvida boas surpresas que o virtual pode trazer!

XoXo

Libelinha☆ disse...

Bem... Eu fui visitar o blogue dela e fiquei ali uns valentes minutos a lê-la e a rir-me, hehehe!...
É tão bom quando estas coisas acontecem... A cumplicidade do mundo virtual manifestar-se assim no mundo real!...

Beijinhos ás duas ;P

Deia disse...

Fico Feliz pelas duas :)

Nirvana disse...

Maria Invisível, já te disse para tratares dessa tosse, não disse?
Aqui as carpetes são todas verdes. Verdes, verdinhas. Não há cá vermelhices!! :)
Foi uma tarde cheia, minha Amiga, que curiosamente vamos repetir no dia em que estou a conseguir começar a pôr a chafarica em ordem. Não é costume sentir-me tão à vontade com que conheço pela primeira vez. Sou até geralmente muito reservada. Mas a verdade é que somos parecidas em tantos, tantos aspectos que até assusta. Não só de formas de ser e ver, como as coisas mais do dia-a-dia, como não gostar de shoppings, não ter o mínimo sentido de orientação.
Enfim... sinto que é o nascer de uma amizade para durar.
Beijinho grande, Amiga e aquele abraço :)

Nirvana disse...

Cris
A proximidade física ajuda, claro. Mas a amizade é possível no mundo virtual. Pode ser, e é real.
Quando eu arranjar coragem para estar 8 ou 10 horas dentro de um avião, um dos meus destinos será, sem dúvida, o Brasil!
Beijinhos

Nirvana disse...

Caro Mário
Para mim, a amizade é algo tã natural como respirar. Surge espontaneamente, como foi o caso, com a Invisível, e flui naturalmente.
Beijinhos

Nirvana disse...

Querida Checa
Para mim, a amizade é dos meus maiores tesouros. Os amigos fazem parte da minha vida de uma forma que parece que estamos sempre "ligados". Valorizo-os muito e não seria nada sem eles.
Beijinhos, amiga

Nirvana disse...

Girl,
É mesmo isso. Não se explica, surge, tal como a maior parte dos pequenos grandes sentimentos.
Beijinhos

Nirvana disse...

Maria Teresa
Foi, sem dúvida, uma surpresa muito, muito agradável.
Beijinhos

Nirvana disse...

Canhotinha
Vais sentir, sim, quando marcarmos um almocinho contigo, está bem?
Beijinhos

Nirvana disse...

Pink
Este mundo virtual trouxe-me muitas surpresas boas, muita gente fantástica que "conheci" por aqui :)
Beijinhos

Nirvana disse...

Libelinha
Por lá ri-se um bocado, ri :)).
A cumplicidade é só uma. Porque não ir mais além? Afinal, somos pessoas. Não somos teclas de um computador.
Beijinhos

Nirvana disse...

Deia
Obrigada :)
Foi mesmo muito bom!
Beijinhos

Miss Complicações disse...

Nem vou comentar sua pirosa. Só sei que alguém me deve uma visita. Se assim não for vou ai e vão-se a ver comigo.
beijos que eu já estou com um olho semi aberto
amanhã é dia de trabalhinho

Jokinha Linda Nirvana