sábado, 9 de maio de 2009

The way you dress!!!!!!!!!




Agora vou cantar assim ....the way you dress, the way you dress...


Serão fantástico hoje!! Não me lembrava de nada assim...

Antigamente dizia-se que os homens se queriam a cheirar a cavalo, com calos nas mãos, voz dominadora e sei lá mais o quê. Não concordo com isto, obviamente, que eu gosto deles lavadinhos, e se possível cheirosinhos... mas o que é demais é demais. Homens que percebem mais de cremes do que a Lili Caneças, de moda do que Christian Dior... tenham dó!!!

Passo a contar o porquê deste meu desabafo.

No meu trabalho há uns homens bonitinhos, mas há lá um que é um pedaço de mau caminho... lindo de morrer! As mulheres em volta dele parecem abelhas à volta do mel. E é simpático, afável, etc. Muitas vezes pensei cá comigo que ele devia ser gay... um gajo tão bonito, com um corpinho daqueles e que não lhes dá bola quando elas literalmente se atiram para cima dele... algum defeito deve ter.

E eu?? Também era abelhinha? Não, por duas razões: uma, sou assim um bocadinho contrária ao habitual, e não ia andar a fazer de abelha com aquelas abelhas todas ao lado (atenção, não estou a usar o termo abelha num sentido depreciativo!!), duas, um gajo daqueles deve dar muito trabalho para afastar a concorrência, três, não gosto de relações mais íntimas com pessoas do trabalho.

Numa reunião esta semana, para meu espanto, ele ofereceu-se para me ajudar num trabalho. Foi o primeirinho a dizer "eu". Não tive como dizer que não, embora preferisse continuar a trabalhar com a minha querida amiga V. O chefe achou muito bem e lá começamos a trabalhar juntos. Escusado será dizer que o meu cantinho começou a ser alvo de muitos olhares atentos, o que me divertiu imenso, porque não se passava nada, apenas conversa profissional, embora ele andasse um pouco mais atencioso que o habitual. Quando concluímos o trabalho, convidou-me para jantar, para comemorar, o que é perfeitamente normal, e usou um argumento irrecusável... ir jantar ao Shis, um dos meus restaurantes preferidos, na Foz. O serão de hoje... Apareceu-me lindérrimo... um pecado! Início de conversa agradável, até que decide começar a falar de moda, de liftings, dos exercícios que fazia... uma seca!! A meio do jantar eu já estava à procura no telemóvel das farmácias de serviço, mas não me consegui decidir se ia comprar um Xanax para me acalmar ou uns speeds para não adormecer!! Até que ele decide abrir-me o seu coração e dizer-me que estava interessado em mim e porquê!! So far so good, embora eu quisesse era vir depressa para casa!! Eu a pensar que seria pelos meus lindos olhos, pelo meu sorriso iluminado, pela minha boa disposição, pela minha inteligência, pelo meu espírito empreendedor, sei lá, tanta coisa boa que eu tenho (:)). Nada disso! O que o atraiu em mim foi...ai, que até me custa dizer, foi a maneira como eu me visto, a minha roupa, pelo amor de Deus! Ia-me dando uma coisinha má. Não sei como não caí da cadeira... E lá foi o meu ego pelo cano abaixo, juntamente com mais uns golitos de vinho tinto!

A sobremesa ficou por comer... disse-lhe que amanhã tenho de me levantar muito cedo para ir às compras!!!

Homens de antigamente, voltem, por favor. Convidar alguém para jantar porque gostam de roupa... é muito mau!!

E agora vou lavar bem a cara com lixívia porque, embora eu não consiga ver, tem de estar lá escrito: cromos procuram-se. Espero que meia hora chegue, porque amanhã quero acordar cedo, mas para ir dar o meu passeio à beira-mar!



No rescaldo da lixívia - 9 de Maio de 2009


Depois de uns segundos a olhar para o meu armário a pensar se deitava a roupa fora ou não, decidi que não. Afinal, não posso andar por aí sem roupa...


Fui então dar o meu passeio, com o mar (devia ser proibido viver sem o ter por perto). Sabe mesmo bem, quando não há muita gente. Depois vem sempre o cafézinho. Fui ao quiosque comprar uma revistinha, a Sábado, e fiquei muito satisfeita, porque afinal não me coube a mim conhecer os cromos todos. Senão, vejam o que disse um dos meninos que habitualmente faz parte das revistas cor-de-rosa, de seu nome Rubim:
"Se conseguimos tomar conta de um cão, provavelmente conseguimos ter a mesma atitude com um filho".
Ainda bem que a palavra provavelmente faz parte desta frase!!!!
Eu gosto de cães, a sério que gosto, e muito. Mas não é bem a mesma coisa... digo eu!!!!

6 comentários:

pepita chocolate disse...

O que eu adoro esta música, vai dar-me ainda mais boa disposição para a caminhada na praia agorinha mesmo!
Quanto a esses gajinhos, que toda a gente cobiça, ainda não percebi muito bem porquê, estão cheio de nada e falam de coisa nenhuma a não ser deles próprios, como se isso encantasse uma mulher,que a deixasse derretida. Acho que, ou o amor próprio deles é coisa muito limiitada ou o narcisismo é coisa que cega. Ou num extremo ou no outro. Gosto de gente no meio termo, com quem seja bom ter uma boa conversa, que se chegue ao final da noite, sem se dar pelo tempo passar, e no fim se perceba que há sempre alguém interessante para conhecer!

Beijoca e bom fim-de-semana!
E não te metas nas compras que o dia está bonito demais para percorrer shoppings.

Soraia Silva disse...

va, pelo menos percebemos, que te vestes bem (nao fosse o homem olhar para ti) eheheh

esse por acaso deve ter a "tara" da roupa, da moda, ha outros, com outros defeitos...

ja por isso é de estranhar porque razao um homem desses (como o descreveste) está sozinho, porque nao encontram ninguem que encaixe na mesma "prateleira"...

podias-me ter pedido xanax, costumo-o ter sempre à mao, nao vá haver alguma altura que dê mesmo jeito lol

bom fim de semana!!!

beijo :)

ps: tambem nao dava lá muito jeito homens como antigamente (ora pensa lá bem) lol :P

CybeRider disse...

Fazes-me lembrar uma ex-colega. Com cara de anjo, a quem ouvi há muito anos a seguinte frase "porque hei-de fazer um homem infeliz se posso fazer tantos felizes?"; e pensei, que belo conceito!... Ela também dizia que tinha mais de 100 anos (e tinha...), ao pé dela eu era, apesar de mais velho, um menino de coro. Ficámo-nos sempre pela boa amizade, debatemos até às lágrimas os pensamentos mais engraçados, e aprendi. Fui mais um dos felizes, digo eu.

Gosto de comparar a espécie humana com outras, e julgo que não é por acaso que nos primatas o macho dominante é o mais dotado, não só físicamente, mas também de vivências. A cor e o brilho da pelagem acaba por acompanhar o esplendor. Nos humanos, o cérebro dá-nos o brilho, a dominância não é exclusiva de macho, mas reparte-se e reflecte-se sobretudo nos encontros a dois. Nem sempre o mais belo lá chega, mesmo depois de muitas vivências poderá até nunca chegar. A roupa pode ser de facto um indicador, numa primeira abordagem, mas não sem nos ter passado pela imaginação a sua ausência, quando o interesse é de facto esse. (Ou pode ser algum fetiche... Por saltos altos, ou coisa...) Fora esse aspecto de décors, também me parece que o rapazito não estava a ver bem a coisa. Se é um dos que se assusta com a inteligência feminina lá fica acabrunhado por uns dias... Pode ser que aprenda e te recorde para sempre! :)))

Quanto à segunda parte... Infelizmente há cães que são tratados melhor que alguns filhos. Mas também acho que isso não chega. Esse senhor também há-de bater com o jornal no lombo do filho antes de o sentar no penico. Assim se criam animais.

Bjk

Nirvana disse...

Pepita
Eu adoro esta música, boa de ouvir e boa de dançar... Claro que não fui para o shopping. Foi engraçado!!!! A lixivia é que arde um bocadinho, mas espero que tenha resultado.
:)

Nirvana disse...

Soraia, bem vinda! Obrigada pela visita e pelas palavras :)
Obrigada pela dica... vou comprar uns xanaxzinhos amanhã! Nunca se sabe quando vou precisar outra vez!
Bjks

luis disse...

Só posso fazer uma coisa: rir.
:D