terça-feira, 22 de junho de 2010

A ti, o melhor do meu mundo...


A ti, que és o melhor do meu mundo, peço:
Ensina-me a sonhar em cada dia da maneira que tu sonhas a cada instante,
A sorrir a cada pessoa da maneira que sorris ao vento,
A acreditar no mundo da forma que acreditas em cada olhar que te lançam com amor,
A rir e a chorar da maneira que o fazes no meu colo, sem fronteiras nem barreiras, com tanto sentir que muitas vezes já nem me lembro como é, 
A pôr o brilho das estrelas no olhar, da mesma maneira que tu fazes, 
A encarar cada novo dia como uma aventura, uma oportunidade para crescer e aprender,
A parar para admirar as pequenas coisas deste nosso mundo, como a joaninha que encontramos no jardim,
A rolar na relva sem medo de sujar a imagem que criei de mim. Ficas tão bonito sujo de terra e com cheiro a erva molhada!
Ensina-me que posso apanhar as nuvens e o sol, que posso dormir na lua sempre que quiser e deslizar no arco-íris sempre que dele me lembrar.
Ajuda-me a recuperar a pureza que tens espalhada no rosto e nos gestos e ajuda-me a ajudar-te a nunca a perderes.
Ajuda-me a não perder a capacidade de sonhar e a ajudar-te a concretizar os teus sonhos.
Logo à noite, quando estiveres a viajar para a tua terra dos sonhos, sereno e aninhado em mim, ensina-me a ser sempre merecedora da total confiança que em mim depositas, a ser sempre merecedora do amor incondicional que me tens e a ser sempre capaz de te saber deixar ser criança, a criança linda que és.
E quando já estiveres naquele mundo que é só teu, só me resta agradecer-te pelo tanto que todos os dias me dás e ensinas, pelo tanto que és na minha vida e por nunca desistires de me ensinares a ser um ser humano melhor.
Obrigada, meu filho lindo!

Estou aqui cheia de saudades do sr. Prozac, que foi passear na sua viagem de finalistas. Sim, agora são finalistas muitas vezes. Um passeio que começou ontem e só acaba hoje. Tive de pôr de lado o receio de o deixar ir. Temos sempre a tendência para os proteger, e nenhum lugar nos parece melhor para isso do que debaixo das nossas asas. Mas não os podemos pôr numa redoma.  Temos de os deixar crescer. Ele queria ir, e merecia ir. A esta hora ainda anda a correr, a saltar, dois dias preenchidos com actividades ao ar livre!  Sei que anda por lá todo contente, mas não vejo a hora dele chegar. Sei que quando sair do autocarro vai correr, saltar para o meu colo e  dar-me aquele abraço. E eu vou aproveitá-lo e saboreá-lo muito bem. Ele está a crescer demasiado depressa, e vou aproveitar todos os abraços, todos os beijinhos, todos os mimos, todos os colos. Não vai tardar muito a alguns deles ficarem para trás. Serão substitídos por outras coisas, acho eu.

ADENDA: O sr. Prozac chegou são, salvo e cheio de novidades. Adorou o passeio, as actividades, adorou tudo. Acho que tive mais saudades eu dele do que ele minhas :).

14 comentários:

Rita G. disse...

Adorei as tuas palavras:) é complicado ver os filhos a sairem debaixo da nossa asa, mas cmo dizes há que deixá-los crescer:) Quando ele chegar vão ser só miminhos:) bj!

Libelinha☆ disse...

Ai saudadinhas bonitas, hehehe!...
Até dá vontade de ter Gafalinh@s, lol!...

Beijinhos ;P

PS: Agenda das feiras de artesanato, lol:
3 e 4; 16, 17 e 18 em Águeda
9 a 14 de Julho na Torreira

Cris disse...

Sabe que ontem fiquei pensando em como vc estaria na ausencia dele e vejo que está bem, com saudades mas bem. Tem uma frase que diz que ser mãe é ter sempre o coração a bater fora do peito, também quero que meu coração bata fora do peito assim como o seu.

by "A Invisível" disse...

Querida Amiga Nexita;

Tão lindoooo este texto. Ai tanto amor!! :)))
Estou sem palavras! Lindo demais! :))

Beijinho minha Amiga*

P.S. - daqui a nada o meu sobrinho já está nos teus braços!!

Di disse...

Oh que lindo :')!

joao disse...

Cara Nirvana
Creio que o teu mundo é um mundo bonito, não porque o mundo seja bonito mas porque o tornas assim. Palavras como as que escreves-te só podem vir dum coração imenso, cheio de amor. O teu Prozac tem muita sorte em ter a mãe que tem, que o ama mas que o deixa ter o mundo dele. Ele deve ser um menino feliz. É ele na fotografia? A cara dele deve ter um sorriso maior do que o smile :-).
Um abraço para os dois

Anuska disse...

Não deve ser fácil deixá-los ir, viver as suas aventuras, cada vez mais independentes...pouco a pouco e mesmo ser mãe vou compreendendo os receios da minha ;-P que ainda hoje eu sendo adulta ela tem. Beijooo espero que esteja a correr tudo bem

pepita chocolate disse...

Estas tuas palavras comoveram-me. è magnífico aquilo que sentes pelo teu filho. esse amor incondicional.Se todos filhos tivessem mães como tu, se todas as mulheres tivessem filhos destes para amar, o mundo seria certamente feito de homens menos mal amados e mães com menos dores de alma.

beijoca!

Sonhadora disse...

Adorei as tuas palavras, são palavras de amor de mãe por um filho maravilhoso! Deve ser maravilhoso ter um filhote!
Beijocas

S. disse...

Que palavras lindas, é quando vejo mães como tu que tenho vontade de ter os meus.

Mas como dizes muito bem, tens de deixa-lo crescer mesmo que te custe e aproveitar cada momento com ele.

Beijinhos muito grandes

Deia disse...

Tantas saudades...

Bloguótico disse...

Depois disto tudo, certamente que ele te dará tudo o que lhe pedes! Ou mais, ainda... :D

Anónimo disse...

O teu filho é um menino muito feliz, com uma energia que nunca acaba, com uma percepção pouco comum em meninos daquela idade. Tu és uma mãe que adora o seu filho, dando-lhe tudo o que uma criança precisa. Quando olho para os dois juntos vejo um amor imenso, muito carinho e muita alegria. O teu filho é uma criança abençoada, minha amiga.
Beijinhos para os dois
IM

Canhota! disse...

Desde o momento em eles nascem...são colocados no nosso peito!!! Passamos a aprender com eles, passamos a sorrir com eles, passamos a chorar com eles, isto é...os nossos filhos são uma ESCOLA de amor, de ternura, de amizade, sinceridade de aprendizagem como ninguém mas ninguém consegue igualar!

Terminas e sempre muito bem, porque cada ano que passa...cada dia que olhamos para eles, dizemos: Obrigada filho!

Ainda hoje me lembro como se fosse ontem a primeira viagem de finalistas que o meu M teve...quandochegou ao pé de mim só disse: deslumbrante Mae!!!

Como sempre adorei o texto, lindo!!!

jinhos :)