terça-feira, 28 de setembro de 2010

Queria...

Queria ser um poema
para dizer o teu nome com a beleza da poesia
Queria ser o mar
Para escrever o teu nome com o fascínio das ondas
Queria ser a lua
para cantar o teu nome com a magia da noite
Queria ser a noite
para desenhar o teu nome com o brilho das estrelas
Mas não sou um poema
nem o mar
nem a lua
nem a noite
Sou apenas um coração
que diz o teu nome
num sussuro, num instante, num momento,
Um coração que se enche
com a beleza de um poema
com o fascínio do mar,
com a magia do luar,
quando encontra o teu
e diz o teu nome assim
baixinho...

11 comentários:

Sonhadora disse...

Lindo!!!
Beijocas

L'Enfant Terrible disse...

Depois eu é que sou poeta! Pois, pois! Tu é que mereces esse título!;)

S. disse...

Lindo... muito, muito lindo.

Beijinhos grandes

Checa disse...

Simplesmente lindo!


Beijinho amiga!

Sayuri disse...

Lindo poema, transmite-me doçura e cumplicidade... GOSTEI!

Anónimo disse...

Maravilhoso este poema.
Vê-se que tens alma de poeta.
Parabens.
Bjs

Otário disse...

deveras maravilhoso!

Anuska disse...

Sabe bem... aos olhos, ao pensamento, ao coração :-)

esseantonio disse...

Maravilha...

Queria ser capaz
De escrever poesia.
Para Te dizer:
Que poema.
Que beleza!
Que Alegria...

Susana disse...

Temos uma poetisa! Que Lindo o teu poema! Parabéns minha linda és uma mulher infinitamente inspirada...
Um beijão cheio de saudades

Psiuuuu!!Sou eu! disse...

Muito lindo mesmo! :)
bjinho