domingo, 11 de julho de 2010

Queria...


Queria ser capaz de esquecer, de tentar pôr para trás das costas todas as coisas que me prendem, ignorar os limites que imponho a mim própria todos os dias.
Queria ser capaz de conseguir dar-me um lugar mais prioritário na minha vida. Transformar os pequenos lapsos de tempo em que isso acontece no tempo que medeia esses lapsos, e não o contrário.
Queria acreditar que posso contar apenas por mim própria. Que tudo o resto, tudo que faz parte do meu mundo, e de mim também, é um factor secundário.
Queria acreditar que os preconceitos não são tidos como verdades, que os rótulos não existem. Que é possível ver mais além. 

Queria... Queria mesmo tudo isto. Algumas coisas dependem apenas de mim, mas por vezes as raízes são tão profundas que já nem se trata de fazer um esforço para arrancá-las. Encontram-se tão enraízadas que se fundem com o solo em volta, esse solo que sou eu,  tudo o que sou, tudo que em mim mudou.

11 comentários:

by "A Invisível" disse...

Amanhã é outro dia minha Amiga.
Aos poucos vamos conseguindo pequenas vitorias, que anteriormente se nos podiam parece difíceis de alcançar.

Beijinho enorme mio amore mai lindo! :))

L'Enfant Terrible disse...

Pode-se tentar acreditar, mas é preciso sentir para se acreditar a sério!

Bloguótico disse...

E eu queria ter essa tua capacidade de transmitir mensagens nos post's! :)

Rita G. disse...

às vezes é complicado apagar certas coisas que nos prendem...bj linda e que ao menos essas memórias já não te magoem.

Crente disse...

Vou fazer como a doce Invisível:
Levanta-te, sacode o pó e sorri!
Eu obrigo-me e tu obrigas-te!
Bjs
Crente

Mário Rodrigues disse...

Olá menina Nirvana,

Vê se conheces esta frase:
"Faz aquilo em que acreditas e acredita naquilo que fazes. Tudo o resto é perda de energia e de tempo. Somos o que somos por aquilo em que acreditamos."

Um beijo e cuida do jardim...

S. disse...

É muito dificil esquecer e ignorar algumas coisas que nos prendem, mas a vida é mesmo assim querida, o importante é tentar ser feliz mesmo assim.

Beijinhos grandes

Soraia Silva disse...

Se a vida fosse assim tão simples, não seria uma vida tão digna, e seria apenas para os fracos.

A vida tem as suas metas, os seus obstaculos, as suas dificuldades, envolve-nos em sentimentos, mas só assim faz sentido de viver...

A vida é para os fortes, que de uma maneira ou de outra sabem dar a volta por cima :)

beijinho

Canhota! disse...

Nirvana linda!

A vida é feita de momentos, e um dia de cada vez..passado é passado!

Acredita no que fazes e no que pretendes fazer e é isso que interessa!

jinhos :)

joao disse...

Querer é poder, cara Nirvana! Cava até ao fundo das raízes, mesmo que para isso tenhas de revolver todo o solo.
Um abraço

Mimi disse...

Há quem diga que o querer é poder. Mas quando existem coisas que estão entranhadas em nós, como se fosse uma segunda pele, apetece renascer, começar de novo. e isso não é possível, por isso às vezes temos de dar a nós próprios algum benefício da dúvida.

Beijoca!