sábado, 20 de junho de 2009

Things To Do III


DEITAR O TELEMÓVEL FORA!


Este vai para o grupo do coisas a fazer não possíveis, mas que às vezes me apetece tanto, tanto!!

Um dia, ao passar nesta bela ponte, parar no meio do tabuleiro, sair do carro, encostar-me no parapeito e dizer adeus, até nunca, ao meu telemóvel.

Depois ficava mais um pouco, a apreciar a paisagem (que é linda!), com a certeza que não ia ouvir aquele som, que insiste em se fazer ouvir quando eu não quero.

Mas não posso. Sou a favor da defesa do meio ambiente. Não posso poluir o meu querido rio Douro!


Embora apenas o título esteja relacionado, mas porque gosto desta música: I'm tired of using technology.....(sometimes)


10 comentários:

Anterus Belchans disse...

Quantas e quantas vezes não me apetece fazer isso. Mas fico-me pelo desligar só.

Sou um menino. Confesso.

pepita chocolate disse...

Partilho dessa tua vontade. Não nessa ponte, que tinha de andar uns bons quilómetros. Mas, às verzes, estou tão fartinha do telemóvel. Deitá-lo fora iria trazer graves consequências; o melhor é nem sequer pensar em fazê-lo...

Esta foto é linda!

Beijoca!

Nirvana disse...

Anterus
Isso já faço muitas vezes. Eu bem lhe ponho uma música gira, mas nem assim. Apetece-me mesmo deitá-lo fora, mas é um mal necessário.


Pepita
Um dia destes ainda faço isso, só para ver a cara das pessoas quando disser "telemóvel?? Não tenho." Internavam-me, de certeza. Ou pensavam que tinha chegado directamente de outro planeta.

Tens de vir ver a foto ao vivo!
Bjks

CybeRider disse...

Sois uns privilegiados... Os que podem desligar o telemóvel. O meu sonho era ganhar para isso. Desde há anos que é 24*7...

No entanto tive sorte, ainda sou do tempo...

Beijinho, Nirvana! :)

mimanora disse...

E cá estamos nós com a tecnologia, "anónimos" e virtuais nesta blogosfera que a tecnologia permite;)

Também deitava o telm fora, nas férias até o desligo.
A ponte da Arrábida? Linda fotografia!

Engenheiro disse...

Jamais o deitaria fora, pois as pessoas que gosto estão à distancia de uma chamada ou de uma sms. E isso recuso-me a abdicar. Qaunto ao toque o meu "celular" só dá um bip e está no modo vibratório.Bjs

Incapaz disse...

às vezes uma parede também e resulta. e não é contra o meio ambiente.
eh eh, estava a imaginra os carros atrás de ti

Nirvana disse...

CybeRider
Não o desligo assim tantas, tantas vezes. Ele desliga-se por si, porque me esqueço que é preciso carregar a bateria :). E sempre dá para tirar umas fotos de vez em quando ;)

Mimanora
Já não me consigo imaginar sem certas coisas, como por exemplo, a internet. A tecnologia é fantástica, sem dúvida. Coisas boas e coisas más. Acho pena certas coisas que se vão perdendo, mas os tempos mudam, evoluem, e ainda bem que assim é.

Engenheiro
É uma relação de amor/ódio, eu e o meu telemóvel. Também o uso e abuso, claro, para falar com os meus. Mas às vezes ele irrita-me, quando não pára de tocar e não são os "meus" a ligar. Ou quando me esqueço de tirar o som e ele toca quando acabei de adormecer e é a vizinha da prima da vizinha da minha tia em 34º grau que precisava de um favor que podia perfeitamente esperar por horas decentes, que eu nem conheço.

Incapaz
É um excelente ideia. Com a sorte que eu tenho, se o atirasse mesmo ao rio, ali pertinho do mar, ainda me arriscava a encontrá-lo quando fosse comer um peixinho, :))
Seria de parar o trânsito :D


BEIJINHOS

Pi disse...

eu gosto desta música! e não sou muito fã de tecnologias, é mesmo pela música....

quanto ao telemóvel, não, nunca o deitaria ao Rio Douro, (!) basta-me desligá-lo ou desligar-me dele por várias horas. Há muito boa gente que já nem isso consegue fazer...

um bj,

Nirvana disse...

Olá Pi,
Benvinda!
Eu gosto muito desta música.
Quanto ao telemóvel, há dias em que o detesto.

Mas não o vou deitar fora... foi só uma neura, pequenina...

Bjks